Noticias de literatura

Noticias de literatura Poesia Noticias de literatura
seleccion
Pedro Du Bois: PoemasNoticias de literatura
Por: Pedro Du Bois


La explicacion del Genesis Un unico Dios El Génesis al fin resuelto. La explicación científica del relato bíblico de la Creación.
¿De que hablan los dos relatos de la Creación de La Biblia?
En el relato existe un observador, quién narra lo que observa. Y una ubicación muy precisa desde donde observa.
BAJE EL LIBRO SIN COSTO
Más de 300.000 libros descargados


26/4/2015 |

SOBRE POMBAS

Muitas voltas dá a pomba
até pousar
no galho
acima do telhado.

Receia o pássaro
os lugares abaixo:
prefere a visão alongada
da paisagem.

Fica a pomba à espera
de ser descoberta: novidades
chegam antes do entendimento.

(Pedro Du Bois, inédito)
BELO

Na hora
em que a cidade
inicia seu recolhimento

- nessa época de noites
resfriando ares -

esqueço as lições de casa
os tormentos
e as tormentas

quedo em silêncio
e da janela assisto
a beleza em sua natureza.

(Pedro Du Bois, inédito)


NOMES

Desdobrado em nomes
corporifico a unidade:
da matéria retiro
o todo e o transformo
em texto. Desconverso
nomes e desapareço
na diversidade.

Afasto
e retorno.

Desdobrado em nomes
interajo: fosse o corpo
desnudado
na paisagem.

(Pedro Du Bois, inédito)

CIENTÍFICO

Cientifico o objeto
da permanência. Badalo sinos
ouriço pelos despenteio cabelos
arrepiados pelo medo. Objeto
direitos e privilégios. Extenso
caminho em meandros conserva
a bússola. Arredio ao saber
o cientificado se omite em senso.

É comum diz a mulher entrementes
o objeto se confundir no sabor dos atos.

Naus narizes sombrias perspectivas
de naufrágios. Permaneço sobre o muro
observando em ambos os lados o dilúvio.

(Pedro Du Bois, inédito)


PURGAR

Converso assuntos que não me dizem
respeito. Espero a hora de ir embora:
qual o sentido do cerne da questão?
Amanhã recomeçaremos a conversa
no ponto exato da partida. A hora
se esgota em cumprimentos.

Brindo ao retorno e me entrego
ao linguajar escorreito das lembranças.

(Lembrar seria anunciar o passado
no instante da purgação do medo).

(Pedro Du Bois, inédito)

SER

Ser a desilusão dos pais
feito ao largo sem alardes:
alardear vontades e se deixar ficar.

Ser útil ao desenlace na colaboração
espontânea da letra trocada em cores:
esquecer os projetos
e desfeito objeto
ser a realização
da coisa.


(Pedro Du Bois, inédito)


REPLICAR

Replicante: assunto
rediscutido
até a exaustão
da idéia.

Tolerância afastada
na pressa de ir embora.

Ressabiado saber da contestação
da hora. Contração do argumento
em falsas premissas.

Primeira vez que falamos
sobre o assunto. O repicar
dos sinos.

(Pedro Du Bois, inédito)


INFINITO

Penso o infinito
e bato a face
contra a porta. Distâncias
castigam por me saber perto.

Portas invadem domínios
cortados em salas e quartos.

O infinito dispensa o fato
de não acontecer ao acaso.

(Pedro Du Bois, inédito)


ANTEPASSAR

No antepassado o silêncio sepulcral
do desinteresse com que me debruço
ao destino. O passar dos anos
amiúda a inconsequência de seguir
em frente. Alardeio o futuro em progressos
e não aprendo a exteriorizar sentimentos

- em laboratórios tentam
novo paradigma humano
feito gesto e plástico.

Aos antepassados rendo glórias
em datas pré-fixadas. Denomino
ruas. Fixo placas.

- no fim do corredor
chora o passado: triste
rosto à imagem.

(Pedro Du Bois, inédito)

ESCUTAR

Escuto o barulho dos tambores
no som dos homens trabalhando
escuto o silêncio reservado do poeta
no alarido das crianças
escuto o sentimento extravasado
no discurso do profeta
escuto o anoitecer no cão que late
ao pássaro no voo indelével
escuto o raspar da pedra sobre a pedra
ao escutar você e não escuto nada

(Pedro Du Bois, inédito)


ESPAÇAR

Espaçar: fazer com que outros
se apresentem ao futuro.
Descarregar a pressa (não expressar).

Deixar a presa se distanciar
e soltar a fera restrita
em desencantos. A palavra precisa
de espaço para ser entendida
como tal
e ares montanhosos
retornam sibilinas
avalanches.

(Pedro Du Bois, inédito)


ESPAÇO

Escalo o espaço (apoiado na rocha)
e desprendo-me ao pássaro
(não apoiado na rocha).

Desdigo a palavra amorosamente
sussurrada.

(Pedro Du Bois, inédito)

ESCADARIA

A escadaria traduz
na inclinação do espaço
a ambição do corpo
em descompasso

degraus suspendem
instantes
decompostos no subir
e descer

patamar apropriado
na tradução não literal
da ocupação do corpo

a escadaria traduz
o elemento inovador: estágio
inconcluso
de me dizer
em casa.

(Pedro Du Bois, inédito)


MUDAR

Mudo o número. Troco
o ritmo. Ouço músicas
atravessadas.

Repito a senha
no cancelamento
das tentativas.

Sou música repetida
e instrumento soado
falso aos ouvidos.

(Pedro Du Bois, inédito)

CORES

Desfaleço cores: a incúria se esforça
em sinas multiplicadoras. Sou interrompido.
O som desanima. A palavra se faz real
ignomínia. Cores desfazem a trama.
Tambor em descompasso. Arrependido
corpo no velho hábito da negação.
Esmaeço o dia. Não o quero brilhante.
Opaco e rasgado. Universalizo o ânimo
e me faço bandido encarcerado.
Ao crime imputam penas de favores
destrocados. Mudo as cores e a bandeira
ressurge em novo lema. Desfaço cores.
Apago traços. Descolorido sou em descanso.

(Pedro Du Bois, inédito)


ACORDES

Acordes vibram. A víbora se prevalece
da notícia: pica. Os píncaros gloriosos
dos bancos escolares desestimulam.
Se do passado heróis ressurgem
ao futuro caberá a compreensão
do fato desprovido de particularidades.
Discursos narram histórias fantasiosas
em desconsiderações.

(Pedro Du Bois, inédito)

DIA

Enxugo o dia das tormentas. Acorrento a luz
em ocidentes. Não permito orientes no renascer.

O dia áspero entre dedos
em torpedos arremessados.
Descompassados. Pássaros
em voos desnorteados
rebatem espaços.

O dia árido em lembranças lança
oásis desproporcionados das ilusões
avantajadas em quimeras. Quem me dera
no dia anterior a chuva desfrutar
na luz incolor de nuvens carregadas.

O dia esperado se esvai
em contratempos
de atrasos e esperas.

(Pedro Du Bois, inédito)

PARAR

Fica parado por uma hora: longa
duradoura instantânea expansiva

espera o retorno: o desgosto
o nervoso o ser o exato estar

configura a mente ao pecado
e se deixa levar pelo ônibus
em pontos indiferentes

anda por horas: pés passos pernas

conforta o retorno com palavras
apropriadas ao rito da partida.

(Pedro Du Bois, inédito)

FOGO

O texto reaparece ante os olhos
críticos no esforço da leitura.
A mão afaga no papel a tinta
do sentido imitado em rabiscos.

Das cinzas feitas mortes
das mortes feitas vidas
das vidas refeitas cinzas
em incêndios.

O texto refeito em cinzas
prevalece no escurecer
do fogo: a fumaça permanece.

(Pedro Du Bois, inédito)

A DIREÇÃO DO VENTO

Corta os pés pelas mãos retira
a direção do vento altera a altitude
da montanha e se desfaz em gelo
liquefeito bebe o entardecer
Nada ergue em honras descobertas
Cata o pão amassado e ao demônio
deseja boa sorte Esfacela a conversa
em retorno e emudece a parede
a caricatura desce do pedestal
e se enfurna em sossego
Antecipa o feriado esquece
no presente o lamento Caça
as mãos pelos pés e se endireita
ao chamado do sexo em razões
desenfreadas Avança no estupor
do disparo e acomoda o corpo
ao espaço.



ESPELHAR

O ângulo
espelhado
demonstra o corpo
em olhos
dispostos
ao encontro
embaçado: a vida
retira da imagem
o reencontro
despista
o sonho no reflexo dispensado.

(Pedro Du Bois, inédito)

http://pedrodubois.blogspot.com



Última actualización 22/08/2017 03:21:36 p.m.Noticias de literatura

Noticias de literatura
<h1>Diseño de sitios web</h1>
<h1>Diseño de sitios web</h1>
<h1>Diseño de sitios web</h1>
<h1>Taller literario</h1>

el genesis y la creacion
Vanitorys
creacionismo
la biblia
bible secrets
Spanish school in Buenos Aires
el genesis y la ciencia
cursos buenos aires
diseno de paisajes
cursos de ingles
ebook para apple
tripoli fosfatos
reparacion de motores
mudanzas en capital
tours en buenos aires
EL PORQUÉ DE LA CREACIÓN DEL PUEBLO JUDÍO
fabrica de vestidores
eutanasia de mascotas
Distribuidor mayorista de aceite
ebooks kindle
mudanza corporativa
soldadura de aluminio
l'osservatore della genesi la bibbia
libros en pdb
fabrica de uniformes para empresas
cursos terapias alteranivas
Apartments for rent Buenos Aires
fabrica de remeras publicitarias
mayorista de aceite en buenos aires
revamping de equipos

© Copyright 1999-2015 Paginadigital ®. - Hecho el depósito que marca la Ley 11723 - Derechos reservados
Pon a paginadigital en tu sitio Sugiere esta página a un amigo Responsabilidad
Tel: 54-11-4765-9390 info@paginadigital.com.ar Ayuda

Web diseñado y producido por paginadigital®, Copyright 1999 - 2015, todos los derechos reservados. Los nombres e íconos de: paginadigital, Kids, art, pinturas, grabados, dibujos, objetos.  | Términos y condiciones